Scans + Entrevista: Brad para a Capricho Week

0
167

A edição de Maio da Capricho Week traz a The Vamps na capa, e ainda uma entrevista com o Brad! Ele fala muitas coisas sobre o Brasil e sobre os shows.

Confira os scans e a entrevista logo abaixo:

CiHZ64BXAAETxJfCiHZ713WwAEEprPCiHZ8aoXIAAAO9NCiHZ9IJWMAAQRm4CiHaHr0WsAAkEu5CiHaIUvWsAE785jCiHaI24WwAE7trMCiHaJySXEAAQN_oCiHaQ3jXEAA5bf_

Prestes a vir ao Brasil pela primeira vez, o vocalista da The Vamps contou à Capricho o que espera dos shows por aqui.

As fãs da The Vamps podem comemorar! Depois de inúmeros pedidos por um show no Brasil, a banda finalmente vai tocar por aqui na semana que vem, no dia 21 de maio, em um show único em São Paulo. A CAPRICHO conversou com Brad Simpson, o vocalista, para saber o que eles esperam encontrar por aqui.

C: Brad, a The Vamps vem ao Brasil pela primeira vez este mês. Vocês estão animados?

B: Esperamos para ir a Brasil há muito, muito tempo. Os fãs foram os grandes responsáveis por fazer a gente querer ir ao país, porque eles mandam muitas mensagens legais. Acho que o show vai ser animado! Nós saímos em turnê com o McFly e eles nos contaram como os shows deles no Brasil foram uns dos mais loucos que eles já fizeram, então estamos ansiosos.

C: Nós  também estamos animados. E o que esses fãs loucos podem pensar dos shows?

B: Muito suor (risos), muita dança… A gente coloca muita energia e diversão nos shows. Vamos tentar trazer a apresentação para pertinho dos fãs, para a plateia ficar bem envolvida. E o fato de nunca termos tocado no Brasil torna as coisas mais interessantes pra gente, né?

C: O que vocês planejam por aqui no tempo livre?

B: Não sei. O que você recomenda?

C: Bom, vocês vêm para São Paulo, então precisam provar alguma comidas brasileiras, tipo brigadeiro…

B: Comida brasileira, isso é bom. Nós amamos comer! Sei que as pessoas são bem legais por aí. Vamos tentar ir à praia, se der tempo. Acho que vamos ter muitas coisas para fazer.

C: Com certeza! Para você, qual é a melhor parte de sair em turnê?

B: Poder conhecer lugares novos e tocar as músicas para os fãs. É muito legal ver de perto a relação que eles têm com cada música nossa e poder ficar junto deles.

C: Tem alguma história engraçada da Wake Up Tour?

B: Teve um vez que um dos fãs agarrou a porta da van quando a gente estava saindo e aí a galera começou a entrar. Foi uma loucura! Mas ficou tudo bem, a gente parou rapidinho e não aconteceu nada. (risos)

C: O último disco que vocês lançaram foi o Wake Up, no final do ano passado. Como foi a recepção dos fãs?

B: Eles gostaram de verdade. Estávamos muito ansiosos para lançar esse álbum, porque quisemos mudar um pouco nosso estilo, então não sabíamos bem o que os fãs iriam achar. Mas no fim eles gostaram! E isso é uma das coisas que tornaram a turnê mais divertida, quando eles sabem e gostam das nossas músicas.

C: O canal de vocês é cheio de covers legais. Tem Pillowtalk, Love Yourself… Por que decidiram decidiram fazer isso? É uma forma de voltar ao passado?

B: Isso com certeza é um dos motivos, sim. É bom poder voltar atrás, para as páginas de quando começamos. Mas, no fundo, fazemos porque gostamos dessas músicas e é legal dar nossa versão para elas. Os fãs gostam bastante.

C: Legal! Obrigada por falar com a gente, Brad. Esperamos vocês no Brasil.

B: Obrigado! Esperamos ansiosos para chegar aí. Nos vemos em breve.

 

Melhores Momentos

O show inteiro dos britânicos é animado, mas alguns momentos são ainda mais incríveis!

Versão acústica: No meio da apresentação, os meninos se separam e cantam algumas versões de suas músicas só com violão, beeem pertinho dos fãs. James e Connor ficam com Written Off e Risk It all. Já Brad canta Stay. É muito fofo!

Os covers: Nas últimas apresentações, os meninos fizeram um mashup com músicas de Justin Bieber, One Direction, Stone Temple Pilots, Shawn Mendes, The Weeknd e Major Lazer. Melhores covers da história das turnês? A gente acha que sim! <3

Can We Dance: Uma das partes mais animadas da noite é quando eles cantam seu primeiro single, Can We Dance. Brad curte ouvir o público cantar a música sozinho, o que é lindo. E os meninos, claro, fazem todo mundo dançar!

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY