James McVey fala sobre como combater o Bullying online, para a Shout Mag

0
209

Em mais uma entrevista sobre o Dia da Internet Segura, James McVey fala para a Shout Mag como ele enfrentou o momento em que sofreu bullying pela internet e dá conselhos para quem está passando por isso. Clique aqui para a entrevista original e confira a tradução abaixo:


JAMES COMBATE O BULLYING!

Nós conversamos com James da The Vamps sobre o Dia da Internet Segura 2017!

P: O que te fez se envolver com a campanha da Internet segura?

J: Nenhum de nós pode evitar as redes sociais – a tecnologia está em todos os lugares, estamos conversando online com os outros muito mais do que antes. Há vários pontos positivos nisso, mas a internet pode ser um lugar perigoso, então é muito importante termos a certeza que os jovens usuários estão o mais seguro possível.

P: Quais são suas dicas para ficar seguro online?

J: Uma coisa que eu não consigo enfatizar o suficiente é que uma coisa postada uma vez, estará lá para sempre, então eu diria para tentar e pensar muito sobre o que você posta antes de postar. Até mesmo eu já postei fotos e tweets que eu me arrependi instantaneamente! Também, se você não diria isso para uma pessoa na vida real e o que você está digitando pode ser doloroso, então é melhor de apenas parar com isso.

P: O ódio online já chegou até você?

J: Costumava receber muito, especialmente quando os meninos e eu estávamos recém começando – eu levei tudo para o lado pessoal. Agora eu tenho percebido que algumas pessoas estão apenas esperando por uma reação e nem todo mundo vai gostar da nossa música, e está tudo bem!

P: Como você lida com isso?

J: Eu diria que melhor apenas evitar isso – eu não leio mais os comentários. Porém, se você está experienciando bullying online pelas mesmas pessoas, o tempo todo, é diferente e é importante agir. Não responda – as bloqueie e fale o que está acontecendo para alguém próximo a você, como um professor, amigo ou pai. Você não deveria lutar sozinho.

P: Você já teve que lidar com isso quando você era mais jovem?

J: Eu sofria bullying quando era mais jovem. Havia um grupo de garotos que eu não sabia que eles me escolheram pela minha música e voltava para casa para muitos comentários negativos no Facebook. Havia momentos que eu cheguei perto de parar com a música, mas graças ao suporte daqueles que estavam ao meu redor, eu fiquei nisso. E mais, depois que eu bloqueei os bullies eles logo desistiram!

P: O resto da The Vamps apoiam o seu trabalho com a campanha?

J: Sim! Todos os meninos da banda são apaixonados por dar suporte a ótimas causas como essa. Nós todos podemos relacionar e reconhecer a importância de alcançar nossos fãs e espalhar a mensagem de ser positivo online.

P: O que você gostaria de dizer para os trolls?

J: Eu gostaria de sentar com eles na vida real e contar para eles que tudo o que estão dizendo é REAL. Trolls precisam se colocar no lugar das vítimas e perceber quantos danos suas palavras podem causar.

P: O que você gostaria de dizer para os jovens fãs que estão sofrendo bullying online?

J: Bullying online é apenas sério como qualquer outro tipo de bullying, então, por favor, conte para alguém! As pessoas não podem ajudar se não souberem.

P: Quem é o mais obcecado por redes sociais na banda?
J:
Eu!

P: De todos vocês, quem tira mais selfies?
J:
Eu sou o mais ativo na internet então provavelmente sou eu de novo!

P: Se você pudesse dar um conselho para você mesmo adolescente, qual seria?

J: Não fique com medo de aceitar e abraçar quem você realmente é, ou se sinta pressionado por o que é supostamente ‘normal’ para meninas e meninos, e sempre expresse como você realmente está se sentindo. É perfeitamente OK não se sentir OK!

P: Você tem uma frase de inspiração favorita?

J: ‘Eu não tenho medo de tempestades, pois estou aprendendo a navegar meu navio.’  Louisa May Alcott.

James está apoiando o Safer Internet Day e é um Embaixador da campanha Diana Award Anti-Bullying. Encontre mais aqui: www.saferinternet.org.uk

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY